Carros e aviões

 
Carros e aviões podem, sim, ser consideradas verdadeiras máquinas. Guardadas as devidas proporções, cada qual se destaca em seu habitat natural - na terra ou no ar, despejando velocidade (dentro dos limites, claro) para chegarem mais rapidamente aos seus respectivos destinos.

Os motores e um conjunto de outros itens contribuem para que esses bólidos desempenhem seus papéis da melhor forma possível nos cotidianos construídos pelo ser humano. Há automóveis que parecem desafiar a lei da física, ao voarem baixo como autênticas aeronaves. Há aviões que não transitam por estradas ou rodovias, mas emprestam seus nomes a carros famosos.

Conheça alguns desses automóveis da Ford que têm os mesmos nomes de aviões famosos.
 
 

Texto: JL Cantanhêde
 
 

Ford Galaxie e C5 Galaxy

O C-5 Galaxy é um cargueiro produzido pela empresa Lockheed, e usado pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF). Em tamanho, o Lockheed C-5 Galaxy só não excede três aviões russos. O desenvolvimento do Galaxy começou no início da década de 60 para atender ao requerimento CX-4 (depois CX-HLS) da USAF.

O C-5 Galaxy foi, até o advento do Antonov Na-124, o maior avião do mundo em capacidade de carga, tanto volumétrica quanto a por quilo. Além disso, era um dos poucos aviões de carga que, na época, poderiam abrir o compartimento de carga sem pousar, isto é, em pleno voo. Para isso, conta com uma característica interessante: uma segunda fuselagem. Um tubo somente selado resiste muito melhor às forças que incidem sobre ele do que um não selado. Com isso, abrir o compartimento de carga em pleno pode ser perigoso. Com a adição de uma segunda fuselagem, o avião ganha um "tubo selado" permanente e isso significa que ele pode abrir o compartimento de carga quantas vezes forem necessárias, mesmo no ar.

 

Réplicas do Ford Galaxie (1963) e do C-5 Galaxy

O C-5 Galaxy é o terceiro maior avião cargueiro do mundo; a altura de sua cauda (19m) é maior do que muitos prédios

Réplica (resina, isopor e arame) do C-5 Galaxy

 

O C-5 tem capcidade para sete passageiros, 75,53m de comprimento, 67,91m de envergadura, altura de 19,84m, velocidade máxima de 920km/h e peso máximo de 381 toneladas.

O Ford Galaxie é um automóvel que foi fabricado pela Ford no Brasil de 16 de fevereiro de 1967 a 2 de abril de 1983, totalizando 77.850 unidades produzidas . Trata-se de um modelo sedã luxuoso, contando inclusive com ar condicionado e direção hidráulica já no fim da década de 1960, itens considerados opcionais até hoje em muitos carros. Eleito pela Mecânica Popular o Carro do Ano de 1967, também considerado pelos antigomobilistas o carro mais luxuoso do Brasil.

Nos EUA foi produzido de 1959 a 1974.

 

Ford Thunderbolt e P-47 Thunderbolt

O Republic P-47 Thunderbolt, também conhecido como "Jug", foi o maior, mais caro e mais pesado caça na história da aviação a ser motorizado por um único motor de combustão interna. Foi um dos principais caças da Força Aérea dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, sendo utilizado também por outras forças aliadas durante o conflito, incluindo a Força Expedicionária Brasileira.

 

Minis do Ford Thunderbolt (1964) e do P-47 Thunderbolt (modelo que foi usado pela FAB na Segunda Guerra Mundial)

 

O P-47 era eficiente em combates aéreos, mas provou-se especialmente hábil como caça-bombardeiro. Era equipado com oito metralhadoras calibre .50, quatro por asa. Carregado com carga total, seu peso podia chegar a oito toneladas. Tinha uma envergadura de 12m.

O Ford Fairlane Thunderbolt teve uma produção limitada, por ser um veículo experimental, usado somente para corridas de drag race em 1964. Um total de 100 unidades foi produzido. Baseado no Ford Fairlane, usava motor v8.

 

Ford Mustang e P-51 Mustang

O P-51 Mustang - famoso bombardeiro americano - deu origem ao nome do também famoso Ford Mustang. O P-51 Mustang foi um caça americano bem sucedido, com um longo alcance, que colocou novos padrões de excelente performance ao entrar em serviço em meados da Segunda Guerra Mundial, e continua a ser referido como o melhor caça com motor-piston alguma vez criado. A versão defintiva do caça de um único lugar era movido com um motor Rolls Royce carregando um único suporte com armamento de seis metralhadoras de calibre 50 (12.7mm). Foram construídos cerca de 14 mil unidades do caça, que voava a uma altura de 4km e a uma velocidade de 704km/h.

 

Minis do Ford Mustang (1965) e do P-51 Mustang, o mais famoso bombardeiro americano da Segunda Guerra Mundial

O Ford Mustang é, sem dúvida, um dos grandes sucessos da indústria automobilística, do ponto de vista comercial e representativo da cultura norte-americana em todo o mundo. Seu lançamento, em abril de 1964, no salão de Nova York, inaugurou uma nova era no mundo automotivo, a era dos pony cars, provando que um carro esportivo poderia ser barato e acessível.

O sucesso foi confirmado pela venda de 22 mil unidades no dia do lançamento. Mérito de Lee Iacocca (então vice-presidente da empresa), que teve a ideia e convenceu a Ford a fabricar o carro do cavalinho.

Réplicas (escala 1:64) dos Fords Mustang AV8R 2009 (esq.) e AV-X10 (2010)

 

Mustang AV8R 2009

Em 2009, a Ford desenvolveu um modelo de Mustang GT inspirado na aviação, conhecido como AV8R, para comemorar sua continuidade do suporte dado à Associação de Aeronaves Experimentais (AAE). Este Mustang foi o único modelo produzido, como a aeronave que apareceu na feira de Oshkosh, o show aéreo, em 2009. Apresentava um teto de vidro, fachada traseira e frontal especiais, spoiller integrado, cinco rodas customizadas, novas suspensões e um motor V8 supercharger de 4.6 litros, o que confere à máquina 400 cavalos de potência. Ford leiloou o modelo na Feira de Caridade da Eagles Gathering (ong que tem como objetivos investimentos na educação de jovens aviadores em todo o mundo) da empresa Experimental Aircraft Association (EAA –  Associação de Aeronaves Experimentais), e o Mustang foi arrematado por 500 mil dólares.

Mustang AV-X10 2010

Em 2010, a Ford novamente produziu um único modelo do Ford Mustang GT, conhecido como AV-X10 – a Boneca de Dearborn, em ajuda à Associação de Aeronaves Experimentais (AAE), que tem base em Wisconsin. O AV-X10 é inspirado no famoso caça bombardeiro da Segunda Guerra Mundial P-51 Mustang. Essa versão também tem um teto de vidro, spoiller e rodas de 19 polegadas do Mustang Shelby GT 500 e um motor V8 supercharger de 4.6 litros, o que confere à máquina 550 cavalos de potência. Esse modelo também foi leiloado modelo na Feira de Caridade da Eagles Gathering da empresa Experimental Aircraft Association, e foi arrematado por 250 mil dólares.

 

Fonte: Greenlight dioramas

 

Ford F-150 Raptor e F-22 Raptor

O F/A-22A Raptor é uma aeronave de combate aéreo fabricada nos Estados Unidos, pela Lockheed Martin. Foi o primeiro caça de quinta geração a entrar em serviço. Sua missão principal é manter a superioridade aérea no campo de batalha, mas também possui capacidade secundária de ataque ao solo.

É o avião caça mais moderno do mundo, não sendo superado por nenhum outro existente. Equipado com vários tipos de bombas e mísseis, tem 19m de comprimento, envergadura de 13,61m, altura de 5,1m e uma velocidade máxima de 2.448km/h.

 

Réplicas do Ford F-150 Raptor (2012 - aqui com blower no capô) e do F-22 Raptor

 

O Ford F-150 SVT Raptor integra a mais recente das picapes F-Series, a partir de 2010. Destinada ao uso off-road, a Raptor tem uma série de modificações para melhorar a sua capacidade off-road, incluindo um conjunto completo de choques Fox com 11,2 "de curso suspensão dianteira e 12,1" de curso traseiro. Usa um corpo mais amplo que as F-Series padrão. A Raptor não usa o emblema azul-oval da Ford em sua grade (pela primeira vez desde 1982); em vez disso, a grade tem a palavra "FORD" soletrada para fora no centro. A picape Raptor é alimentada por um 411 hp 6.2-litros V8 (compartilhada com o Ford Super Duty, um V8 5,4 litros estava disponível para em 2010), que é combinado com uma caixa automática de seis velocidades.

 

Ford F-150 SVT Lightning e P-38 Lightning

O P-38 Lightning Lockheed foi um tipo de caça bimotor norte americano que teve participação crucial durante a Segunda Guerra Mundial. Era um aparelho particularmente rápido e eficaz num vasto espectro de situações de guerra. Foi o mais temido caça da ww2, tanto que os nazistas o apelidaram de o demônio de duas caudas. Tinha comprimento de 11,53m, envergadura de 15,86m, altura de 3,90m e peso de 6,35 toneladas.

 

Minis do Ford F-150 SVT Lightning (1999) e do P-38 Lightning (conhecido como "diabo de duas caudas")

 

O Ford F-150 SVT Lightning é uma versão melhorada da F-150, lançada pela Special Vehicle Team (Ford / performance SVT ). Introduzida em 1993 a SVT é alimentada por um motor V8 de 240 hp de 5.8-litros, the Lightning compartilhou sua estrutura básica com a F-150, mas muitas modificações foram feitas para a suspensão e o chassis para melhorar o tratamento. Uma segunda geração surgiu em 1999, com modificações substanciais na suspensão. O motor, agora, usava um compressor, produzindo 360hp, e uma caixa automática de quatro velocidades, emprestado da Ford Super Duty V10. Entre 1999 e 2004, foram produzidas 28.124 unidades.

 

Ford Mercury Marauder e B-26 Marauder

O Martin B-26 Marauder foi um bimotor bombardeiro médio construído pela empresa Martin para a Segunda Guerra Mundial. Utilizado pela primeira vez no Teatro do Pacífico no início de 1942, ele também foi usado no Teatro do Mediterrâneo e na Europa Ocidental .

Depois de entrar em serviço com o Exército dos EUA, a aeronave recebeu a reputação de um "Widowmaker" (fazedor de viúva), devido ao alto índice de acidentes nos primeiros modelos durante a decolagem e pousos. O Marauder tinha que ser levado em velocidades exatas, principalmente na aproximação final da pista e quando um motor estava fora. A velocidade de 150 mph (241km/h) na aproximação final em pista curta foi intimidante para os pilotos que usavam ​​velocidades muito lentas, e sempre que retardavam a velocidade abaixo da recomendada, faziam com que a aeronave parasse, o que poderia provocar acidentes.

 

Réplicas do Ford Mercury Marauder (1964) e do B-26 Marauder

Por causa de dificuldades na aterragem, os pilotos apelidaram o B-26 de "fazedor de viúvas" e "caixão voador"

 

As equipes que utilizavam o B-26 deram à aeronave os apelidos de "Widowmaker", "Martin Murderer", "Caixão Voador", "B-Dash-Bater", "Flying Prostitute", isso porque o avião era muito rápido e não tinha nenhum meio visível de apoio, referindo-se às suas pequenas asas.

Apesar dessas dificuldades, o B-26 é indicado pela Força Aérea Americana como a aeronave com a menor taxa de perda de combate durante a Segunda Guerra Mundial. Até o final da II Guerra Mundial, tinha voado mais de 110 mil missões e despejado cerca de 150.000 toneladas de bombas, e tinha sido usado em combate por forças francesas, britânicas e sul-africanas, além de unidades nos Estados Unidos. Em 1945, quando a produção de B-26 foi interrompida, 5.266 unidades tinham sido construídas.

O Ford Mercury Marauder era o nome de um modelo de carro produzido pela Mercury, uma das divisões da Ford. Teve três gerações de 1963 a 2004. Usava motor V8 em três potências, com transmissão manual (nas duas primeiras gerações) e automática (na terceira geração).

 

Ford Falcon e F-16 Fighting Falcon

O F-16 Fighting Falcon é um caça a jato polivalente, monomotor, altamente manobrável, apto a operar em todas as condições meteorológicas e de luminosidade. Foi evoluindo gradualmente para a função de caça-bombardeiro de alto desempenho, com capacidade para atuar em todas as condições atmosféricas de dia e de noite. Com peso de 12 toneladas, comprimento de 14, 52m, envergadura de 10m, uma área de asas de 27 metros quadrados e altura de 5m, entrou em serviço em janeiro de 1979. Atualmente cerca de 30 países utilizam o F-16.

 

Minis do Ford Falcon (1964) e do F-16 Fighting Falcon (caça utilizado por muitos países atualmente)

 

O Ford Falcon é um sedan de porte grande da Ford. Sua versão da década de 1970 ficou conhecida mundialmente pelo filme Mad Max, em que o personagem interpretado pelo ator Mel Gibson utiliza um Ford Falcon V8 superalimentado com blower para se vingar de um bando de motoqueiros. Nos EUA, foi produzido entre 1960 e 1970, com várias carrocerias. Variações do carro foram produzidas na Argetina, Austrália, Chile, Canadá e México.

 

Fonte: Wikipedia

 
 
 

Contato

MINIFORD - A Ford em miniatura Belo Horizonte, MG
Brasil
(31) 98641-6600

Twitter: www.twitter.com/ovalazul

fordminiatura@gmail.com